sábado, 14 de março de 2009

Rio Ave para limpar o quê?

Já aqui escrevi que depois do que se passou em Munique, não será uma boa exibição com o Rio Aves que vai limpar a honra deste Sporting. Muito menos vai ilibar alguns jogadores do fraco empenhamento que tiveram.
Nunca fui, em qualquer faceta da minha vida, um radical. Antes pelo contrário, sou tolerante e muito apaziguador. Nunca assobiei um jogador ou a minha equipa, mas nunca estive tão perto da Juventude Leonina, que já muito critiquei, como hoje.
Há rapazinhos que têm que sentir que o Sporting não é o quintal da casa deles. Aliás, se têm quintal e casa é porque o Sporting lhes proporcionou isso.
Em alguns casos, foram preteridos por outros clubes grandes, mas ainda que não fossem, estariam ao nível que estão agora por terem estado em Alvalade? Muitos de nós duvidamos até porque nos outros clubes quem são os jovens formados nas suas camadas jovens que atingiram o patamar dos nossos?
Vou mais longe e dou razão a Paulo Bento. Temos que ser mais duros. Temos que proibir Velosos (pai) e companhia de entrar naquilo que desdenham. É gente que prefere ver o Benfica ganhar que o clube onde joga um filho e por consequência prefere que o seu filho perca... Não pode ser uma pessoa grata na nossa casa. Temos que nos fazer acompanhar e ter junto a nós os que lutam pelos mesmos objectivos.
Meninos que seriam uns desgraçados se não soubessem dar um pontapé na bola e ainda reagem mal, podem dar o lugar àqueles que sentem o Sporting, ainda que joguem menos. Mil vezes Moutinho, Adrien, Patrício, Carriço e mesmo Vukcevic e Izmailov que Velosos, Yannicks e companhia, é o meu sentimento actual!
Como lamento ter escrito isto... mas é desta forma que está dentro de mim!

1 comentário:

Tijoão da Tasca disse...

Não lamentes essas palavras ! As verdades são para ser ditas!
Bom fim de semana