segunda-feira, 29 de março de 2010

Saber ganhar

A derrota é o pior dos sentimentos do desporto. É bonita a máxima de que o que importa é competir, mas a vitória é que é o grande objectivo de quem compete. Por esta razão, muitos competidores reagem mal na hora da derrota.
Muito se tem falado ao longo dois anos na tentativa de encontrar a melhor forma de conviver com este sentimento tão desagradável. Actualmente é a expressão inglesa "Fair-Play" a mais usada. Tentar que haja jogo limpo e justo para que quem perca o faça de cabeça erguida, que não haja provocações aos adversário e que tudo termine em bem.
Ora se há o "fair-play" para os vencidos está na altura de encontrar uma qualquer expressão para os vencedores, porque pior que não saber perder é não saber ganhar!
Quando alguém pela sua vida fora nunca foi um vencedor de méritos reconhecidos, só ao final de muitos anos de andar no desporto é que chega a um patamar de destaque e quer, nessa altura, ser mais do que o que realmente é, não o dignifica!
Jorge Jesus não pode comparar o seu curriculum desportivo a Domingos Paciência, pois se enquanto jogador este foi um campeão, com muitos títulos, nacionais e internacionais, como treinador apenas está a começar enquanto que Jesus já por cá anda há muitos anos.
Ainda assim, Domingos, não tem porque se envergonhar da sua curta carreira atá ao momento e se é verdade que herdou uma equipa, mais verdade é que soube geri-la e até melhorá-la, estando num lugar de maior destaque que o seu antecessor.
Já o técnico do Benfica que anda nas lides do treino há muitos anos, com méritos reconhecidos, agora com a possibilidade de apanhar um Benfica com um plantel que qualquer treinador sonharia, não tem feito mais que a sua obrigação, embora seja justo dizer que com exibições para além do que lhe seria, na realidade, exigido.
O que não lhe fica bem é a permanente sede de vingança que tem para com alguns dos seus "colegas" de profissão. Se as suas palavras sobre o Braga não foram bonitas, pior esteve com o Nacional e Manuel Machado, vindo ainda com uma conversa sem qualquer nexo desculpar-se da amostragem de 2 e 4 dedos ao técnico do clube da Madeira, com organizações tácticas... patético!
Fui um admirador do trabalho de Jorge Jesus, ainda continuo a gostar e a respeitar a sua forma de treinar e de por as equipas a jogar, apesar de não ser adepto do clube que treina, mas não posso deixar de dizer que, a forma como tenta rebaixar os seus adversários com ofensas, em alguns casos, pessoais, não lhe ficam bem e não dignificam o clube que lidera.
Precisa de aprender a ganhar para poder ser um treinador mais completo e mais respeitado!

4 comentários:

JPBento disse...

Tens que perceber que é a ansiedade de alguem(Jorge Jesus) que não sabe nadar e têm receio de morrer na praia á "José Peseiro".

artnis disse...

Acho que por vezes se esquece de que é o treinador do Benfica!

Também não gosto deste tipo de atitudes do treinador do meu clube...!

Mas o homem, como filho de boa gente, sente-se! E reage, afinal de Jesus, só tem o nome.

A 'amizade' com o Machado vem dos tempos do Moreirense...

O Braga de Domingos foi afastado da Europa por 'culpa' das pubalgias - de que só ouvira falar no seu inicío como jogador !!! -
provocadas na equipa por JJ.
E assim se iniciaram hostilidades!

Não haveria 'nechexidade' e o desprezo seria a melhor resposta.

Anónimo disse...

Ao jorge Jesus só lhe falta uns Sapatos iguais aqueles que usam as personagens que nos fazem rir quando vamos ao Circo
Vimos a sua forma de ser Com o Maxado do Nacional
Vimos as boquinhas na direção de Jesualdo
Vimos as tretas com Domingos
!isto é: de um Bacoco Ordinário que está no local certo

low desert puke disse...

"a forma como tenta rebaixar os seus adversários com ofensas, em alguns casos, pessoais, não lhe ficam bem e não dignificam o clube que lidera.
Precisa de aprender a ganhar para poder ser um treinador mais completo e mais respeitado!"

Tens de perceber é que a coisa jà vem de tràs e foram precisamente o sr. Machado e o sr. Paciencia que começaram com o jogo do discurso à distancia e respectivos recados. Precisamente questoes pessoais, mas trazidas à tona de àgua por esses dois senhores. Sendo Jesus o treinador do Benfica, logo uma figura muito mais mediàtica e seguida a cada minuto da vida, as suas palavras ganham força. Atençao, nao confundir força com importancia. Ganham força, porque parece que sao ditas mais vezes e mais alto, precisamente porque o Benfica é o clube que é.

Para a pròxima, tenta meter a cabeça de fora da carneirada onde estàs inserido e tenta olhar um pouco mais além daquilo que te deixam ver. Nao sabes e nem tens nada a ver com as questoes pessoais entre estas tres pessoas. Portanto o silencio, teu, seria a melhor opçao.

O teu clube està com gravissimos problemas internos e quanto a isso fizeste apenas 2 ou 3 posts nos ultimos 4 meses.

Eu meteria a mao na consciencia e faria um post chamado "saber falar" se fosse a ti...