segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Sporting vence Supertaça de Futsal

O Sporting venceu ontem a Supertaça de Futsal ao Benfica no pavilhão do Entroncamento.
Para os mais distraidos convém lembrar que os da Luz dispensaram o treinador que foi campeão, Beto Aranha, para empossar no seu lugar o recém promovido à função, André Lima.
A ver vamos o que isso vai dar, pois o André, que foi o melhor jogador dos últimos anos, pode não vir a ser o equivalente como treinador. Para já começou com o pé esquerdo e perdeu para o rival.

2 comentários:

Anónimo disse...

Sr. Jaime,

Imagino que seja adepto desse grande clube que se chama Sporting e como todo o grande Sportinguista Ecletico sofre de uma raiva de morte por um adversario, que dá pelo nome de Benfica.
Diga lá; O Sr. viu este jogo? Imagino que não.
A unico aspecto que o Sr. realça deste duelo é que o Benfica tem um treinador sem experiência e que já comecou a sua curta carreira a perder.
Quanto a mim, se tem havido nestes ultimos anos derbi a serio, à moda antiga, é um Benfica/Sporting em Futsal. Este foi mais um desses jogos, em que o melhor ganhou.
Depreendo por isso que não tenha visto o jogo, ou em alternativa, que ache que o sporting ganhar ao Benfica, como o resultado mais normal e por isso nem mereça ser comentado.

JMFeijão disse...

Meu caro, apesar de anónimo, e porque se expressou de forma correcta digo-lhe que sim, sou do Sporting, o que não me parece um crime. Para além disso sou suficientemente distanciado para saber criticar o meu clube quando devo, o que tem aconetcido muito e de forma publicada. Aqui e em imprensa regional.
Sobre o jogo, só consegui ver a espaços, mas o facto do Benfica ter dominado, nada me diz.
Já em Braga esta semana aconteceu a mesma coisa e não deixou de ser uma boa vitória do Sporting, num jogo bem gerido.
De volta ao "seu" Benfica, parece-me que com o "dream team" que formou o ano passado tem obrigação acrescida de dominar e de ganhar.
Se eu fosse adepto continuaria a ter reticências à passagem do André Lima para treinador porque não tem experiência e foi colega de todos eles, o que muitas vezes pode não se conseguir gerir da melhor maneira. Nesse aspecto, Paulo Bento há só um.
Espero continuar a contar com as suas opiniões.